sábado, 25 de maio de 2013

poema: ROSA BRANCA

 
ROSA BRANCA
Oh, como és bela e formosa
Minha Rosa branca.
Que encanta meus jardins,
E os meus dias. 
 
Oh, Rosa branca
Por que tão cedo partiu
Levando contigo seu perfume
Deixando em mim um grande vazio.
 
Oh, Rosa branca de textura tão macia,
Com aroma capaz de elevar a
Mais intensa fantasia.
Essa é a rosa que me seduz,
Com sua eterna magia.
 
Oh, Rosa branca que me fascinou.
Com apenas um olhar me conquistou,
Mas tão cedo desfolhou.
(Marya Paixão)

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Poema sobre Barreiras


 
 
 
 
 
"Em busca do que foi"

Barreiras, cidade que me acolheu.

Antes repleta de árvores, flores e

Rios exuberantes, mas hoje tudo pereceu.

Restando apenas a lembrança dessa antiga cidade e a

Esperança de um dia vê-la bela e cuidada novamente.

Imaginar que devido à poluição nossos rios podem secar,

Rios estes que nos fornecem o líquido vital: a água.

A responsabilidade de cuidar da cidade é de todos nós, pois é

Semeando as boas sementes em nossa cidade que ela nos dará bons frutos.
                                                                                       (Maria Paixão)