quinta-feira, 28 de julho de 2011

“Lágrimas de Amor”
Eu te amei
Como ninguém, mas amarei
Fui sua e pra sempre serei de
Maneira louca e inexplicável,
Mas contigo me magoei.
Um lindo amor...
Uma ardente paixão...
Que aos poucos foi se acabando
 Só restando saudades e decepção.
Mas o destino quis assim e nos separou
Fazendo cair dos meus olhos
Uma lágrima de amor.
Um amor incomparável
Uma paixão inexplicável
Ultrapassando as razões
Vivendo as emoções
Um sentimento bom enquanto durou
Mas que hoje só restou
Lágrimas de amor.
                                                                                         AUTORA: M.P.C