domingo, 13 de janeiro de 2013

MÁSCARAS













                                                               

Chega!
estou farta
do falso moralismo.

Chega!

De mentiras mal contadas
crianças nas calçadas
implorando pela vida
em plenas madrugadas.

Chega!

De tanta violência,
imprudência, que só
levam a uma eterna
guerra sangrenta.

Chega!

De um discurso sem ação
de pregar a paz sem ter
amor no coração
de almejar o sucesso e
esquecer da educação.

Chega!

De olhar sempre em volta
e apenas se vê
de achar que o mundo
gira em torno de você.

Chega!

A hora é agora
tire as máscaras e
mude sua história.

(Marya Paixão)

 

 

 

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

PERIGOSA


PERIGOSA

Vem surgindo de repende
Toda, toda saliente
Com jeitinho sempre faceira,
Mas é cobra traiçoeira. 

É misteriosa e envolvente
Seja dia, seja noite
Tem olhar de serpente
Faça chuva ou faça sol
Ela está sempre presente. 

Se disfarçar de brejeira,
Menininha inocente,
Mas no fundo ela é
Uma cobra indecente. 

Está sempre pronta
A nos dar uma rasteira
Com ar de feiticeira,
sedutora e experiente
engana a gente a vida inteira.

Porque ser tão perigosa,
Venenosa e briguenta?
Mostre sua cara
Cobra peçonhenta!
                                                                       (Maria Paixão)